Pesquisadores de Harvard ganharam o prêmio Center of Excellence Achievement

Pesquisadores da Harvard University ganharam o quarto prêmio Achievement Award for NVIDIA Centers of Excellence anual, reconhecendo seu trabalho com o uso de GPUs para estudar sistemas de excitônica estendidos e efeitos de excitônica vibracionais.

cudafellow
Nicolas Sawaya de Harvard ganhou nosso quarto prêmio Achievement Award for NVIDIA Centers of Excellence anual.

Além disso, Esteban Walter Gonzalez Clua, um pesquisador da Universidade Federal Fluminense no Brasil, é agora um parceiro CUDA

A equipe de Harvard, liderada por Nicolas Sawaya, recebeu o prêmio principal por seu trabalho com foco na forma como a luz é fotossintetizada, e como esse conhecimento pode ser usado para projetar diodos de emissão de luz e fotovoltaicos melhores.

Além disso, três outros finalistas das principais universidades foram selecionados por um painel de especialistas dos nossos 22 CUDA Centers of Excellence.

A equipe vencedora receberá nosso novo NVIDIA DIGITS DevBox, um dispositivo acessório para auxiliar no aprendizado, que vem equipado com nosso software de ensino NVIDIA DIGITS e quatro GPUs TITAN X. Os outros finalistas receberão uma GeForce TITAN X, a GPU mais rápida do mundo.

Finalists took home the NVIDIA GeForce GTX Titan X.
Os finalistas levaram pra casa a NVIDIA GeForce GTX Titan X.

Além da equipe de Harvard, os finalistas incluem:

  • Tokyo Tech, equipe liderada por Hitoshi Sato, pelo trabalho em processamento de Big Data em supercomputadores baseados em GPU.
  • Technische Universität Dresden, equipe liderada por Axel Huebl, pelo trabalho na interface de criação de perfil OpenACC
  • Universidade Federal Fluminense, equipe liderada por Esteban Clua, por sua disseminação e ensino de CUDA.

Anúncio do novo CUDA Fellow

Como um CUDA Fellow, Clua ajudará a liderar o uso e a adoção de CUDA, e continuará a divulgar a computação por GPU.

Ele é professor e vice diretor do Instituto de Computação da Universidade Federal Fluminense no Rio de Janeiro. Ele já trabalhou como professor convidado em 10 universidades em todo o mundo.

Trabalhando com GPUs desde quando elas ainda eram dispositivos simples de TI e com CUDA desde o seu lançamento, ele está entre os pesquisadores brasileiros que mais publicou trabalhos sobre computação com GPU, com mais de 100 artigos completos publicados em periódicos e conferências.

Seu trabalho é focado em estruturas de dados complexos para GPUs, clusters de GPU e arquiteturas Grid.

Ele é cofundador do SBGames – Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital – que é a maior conferência do tipo na América Latina. Ele também é presidente da Comissão de Jogos da Sociedade Brasileira de Computação.

Histórias semelhantes