Como as empresas usam a AI para reinventar o mundo fashion

Jeans, tênis e moleton. O traje padrão no Vale do Silício é familiar. Mas isso não impede que a área de tecnologia use a AI para ajudar as pessoas a encontrar roupas, acessórios e maquiagem feitos sob medida para cada estilo.

Com a AI, os varejistas podem ir além das compras típicas pela Internet para personalizar ainda mais a experiência de compra dos consumidores, que vai desde tirar fotos da mercadoria que gostar e encontrar itens semelhantes on-line, até experimentar diferentes produtos de maquiagem e tintura de cabelo sem precisar sair do sofá.

Aqui estão três empresas que combinam inteligência artificial e moda usando as GPUs da NVIDIA.

Fotografe e compre

Alguém certamente já passou por uma situação em que tenta se lembrar onde um amigo comprou aquele par de botas, mas não se recorda. Com o GOFIND basta tirar uma foto o produto e fazer upload para buscar lojas vendendo o mesmo produto.

Apresentado no mercado como o aplicativo para “fotografar e comprar”, com o GOFIND, as pessoas encontram nas lojas online os produtos de moda que veem nas ruas. Elas só precisam tirar uma foto do que gostaram e fazer upload, que o aplicativo encontrará o produto ou itens parecidos. O usuário pode até mesmo navegar e comprar pelo aplicativo.

O mecanismo de pesquisa de AI, que é a chave da plataforma da GOFIND, pode identificar produtos, que vão de brincos até calças jeans, quase instantaneamente em milhões de sites de lojas.

Embora o aplicativo orientado à moda tenha sido lançado em dezembro, a empresa, com sede em São Francisco, na Califórnia, espera crescer nas áreas de realidade aumentada e virtual, além de expandir para outros setores, como bens de consumo.

Da TV e do cinema para sua casa

Certamente alguém já quis usar todos vestidos da Emma Stone em La La Land. Ou talvez tenha sonhado em tirar férias em um set de filmagem de Game of Thrones. Com a TheTake, essas oportunidades estão ao alcance do computador.

Com sede em Nova York, a TheTake quer melhorar a experiência de assistir à TV e aos filmes permitindo que as pessoas comprem as roupas e os produtos que aparecem na tela usando seu serviço baseado em AI.

Usando a aprendizagem de máquina, o site identifica os produtos e locais mostrados nos filmes ou programas de televisão e os compara com sua base de dados de milhões de produtos para encontrar as combinações com aparência mais semelhante disponível para compra.

Agora a TheTake passou a trabalhar com estúdios e redes de entretenimento, como a Universal Pictures, Sony e Comcast, para melhorar a forma de assistir TV para seus clientes, ao mesmo tempo que fornece percepções aos anunciantes.

Enquanto os espectadores assistem à Ronda Rousey se preparar para enfrentar a Michelle Rodriguez em Velozes e Furiosos 7, eles também podem procurar as roupas e acessórios das personagens usando a TheTake.

Experimente antes de comprar

Testar marcas e tons diferentes de maquiagem pode fazer a consumidora desperdiçar horas de sua rotina matinal, mas a ModiFace pretende mudar isso.

A empresa de realidade aumentada, com escritórios em Nova York e Toronto, usa uma tecnologia de modelagem facial que ajuda as pessoas a explorar e descobrir produtos feitos sob medida para elas. Sua tecnologia de AI já é utilizada por mais de 150 aplicativos Web e para celular, incluindo L’Oreal, CoverGirl, entre outros.

Em sua parceria com a varejista de maquiagens Sephora, a ModiFace desenvolveu o “Sephora Virtual Artist”, uma ferramenta que permite ao consumidor experimentar as novas maquiagens no rosto usando a tela do computador.

Em vez de percorrer todo o caminho até o shopping, os consumidores podem tirar uma foto do seu rosto, fazer o upload para o site e experimentar uma série de produtos de maquiagem para ter uma ideia de como eles ficariam.

A ModiFace também permite aos usuários ver como ficariam com diferentes cores de cabelo, além de experimentar tinturas de cabelo de várias marcas.

Com a tecnologia de análise da pele e visualização facial, a ModiFace e seus recursos de AI apresentam uma forma mais eficiente de criar seu estilo.

Para saber mais sobre como a computação de AI está mudando o varejo e outros setores, junte-se a nós na GPU Technology Conference, de 8 a 11 de maio, no Vale do Silício. 

Histórias semelhantes