GeForce Garage – Montagem GTX 1080 Ti e Threadripper

Dwight: Como vão, pessoal? Meu nome é Dwight. Sejam bem-vindos de volta ao GeForce Garage. Vocês não esperavam que fizéssemos uma montagem Ryzen e aposto que não esperavam que usássemos isso.

Alguns de vocês devem se lembrar deste tweet do mês passado.

Bem, estávamos falando sério. Então, aqui estamos com um Threadripper 1950x e uma GTX 1080 Ti.

00:00:30 A placa-mãe que usaremos é a ROG Zenith Extreme X399 com um NZXT Kraken X62. Um Samsung 960 Pro M.2, 32 gigas de RAM Dominator Platinum. tudo dentro do InWin Hframe 2.0, claro, em preto e verde.

Bom, cansei de falar. Vamos começar a montar.

00:01:00 Tudo pronto. Foi bem fácil de trabalhar no gabinete. Pode ser necessária ajuda para o gerenciamento de cabos. Eu gostaria de mais braçadeiras de cabos ou algo para auxiliar aqui. Precisei usar furos para parafusos e coisas assim para usar algumas braçadeiras.

00:01:30 Temos vidro na parte traseira e queremos que a aparência seja a melhor possível. E, como temos várias peças avançadas, também usamos um kit de cabos totalmente cobertos, com comprimentos personalizados, para podemos reduzir o excesso de cabos na parte traseira.

Mas nenhuma montagem é perfeita, como vocês devem saber. Tivemos alguns problemas. Primeiro, o gabinete só suporta um radiador de 240 mm na parte de cima e o nosso tem 280 mm. Por isso, como não temos medo de modificações, o perfuramos. E o transformamos em um suporte para radiador de 280 mm.

00:02:01 E está funcionando muito bem.

O único outro problema que tivemos foi com a nossa RAM. Acidentalmente, compramos um kit de 2×16 giga para o 32, então temos 32 gigas, mas não usaremos a memória de canal quádruplo.

Para mim, isso significa que precisamos comprar mais dois de 16 gigas e chegar aos 64.

Uma coisa que complicamos mais do que o necessário foi a configuração RGB. Temos uma fita LED Aurora, um ventilador traseiro Aurora, um NZXT AIO e a alimentação.

00:02:33 E tudo precisa ser controlado por software no desktop. Entretanto, o problema com a placa-mãe é que ela tem apenas uma entrada 2.0 e dois dos nossos sistemas RGB precisam usá-la.

O NZXT só acenderá se estiver conectado, então ficou com a vaga.

Assim, configuramos e pré-programamos todas as nossas fitas LED antecipadamente, agora elas estão bem verdinhas. Todas têm tons ligeiramente diferentes, mas, com um pequeno ajuste, chegamos onde queríamos.

00:02:59 Está tudo lindo. Vamos ver como funciona.

É claro que isso é mais do que uma CPU de games. Vamos começar com atividades de produtividade. No Cinebench, ela ultrapassou o primeiro lugar, que era de um Xeon de 12 núcleos e 24 threads, conseguindo mais do que o dobro da pontuação dele e chegando a 2.877.

Também fiz um vídeo curto para renderização no Premiere. Coloquei desfoque Guassiano que aumentava com o tempo e fiz crossfades enormes. Deixei todas as configurações conforme o padrão, e ela renderizou os 60 segundos de gravação em 1440p em um minuto e quinze segundos.

00:03:30 Depois, inicializamos o 3D Mark, que obteve um 7.520. Um pouco menos do que eu esperava. Então, inicializei o PlayerUnknown’s Battlegrounds e estava difícil manter uma taxa de frames decente com as configurações altas em 1440p.

Aí um amigo me disse que, se você desligar metade dos núcleos, o game roda melhor. Por isso, fiz o download do Ryzen Master e ativei o que eles chamam de “modo de games”.

Após uma reinicialização, ficamos com oito núcleos e 16 threads. Eu executei o 3D Mark novamente e atingimos 8.490, quase 1.000 pontos a mais.

00:04:02 Tudo é exatamente igual, mas a CPU está com a metade dos núcleos desligada.

Depois, voltei para verificar como o PUBG rodava, mas ele estava indisponível devido a um novo patch, em parte para corrigir problemas de desempenho, coincidentemente.

O Dying Light ficou em cerca de 90 frames por segundo em 1440p no Ultra. E o World of Warcraft que, por vezes, exige bastante da CPU, ficou em 70 a 80 frames por segundo durante as masmorras em um monitor ultralargo de 1440p com configurações altas.

00:04:29 Bem, é isso. Se vocês tiverem uma ideia para montagem, deixe um comentário abaixo. Se quiserem ver mais vídeos como este, inscrevam-se e nos vemos no próximo vídeo.

Histórias semelhantes