IA ajuda a enfrentar a osteoartrite

by anasillas

A osteoartrite, o desgaste da cartilagem protetora entre os ossos, provoca dor intensa nas articulações e é a principal causa de incapacitação. Contudo, essa doença comum dos ossos é uma das mais difíceis de detectar e prevenir em estágios iniciais.

Somente nos EUA, a osteoartrite é responsável pela maioria das artroplastias totais de joelho e de quadril. A forma predominante da doença afeta os joelhos, ocorrendo em 10% dos homens e em 13% das mulheres com mais de 60 anos. Espera-se que esses números se agravem devido ao envelhecimento da população e à epidemia de obesidade, com custos altos sobre os sistemas de saúde públicos e o bem-estar.

Na esperança de reverter essa tendência, a ImageBiopsy Lab, uma startup austríaca e membro do nosso programa Inception, está usando deep learning para diagnosticar a osteoartrite dos joelhos de maneira muito mais eficiente e econômica.

Mais rápido, mais forte e melhor

Hoje, a progressão da osteoartrite é considerada, em grande medida, imparável. O diagnóstico depende totalmente da avaliação visual de imagens bidimensionais de raios X por médicos, combinada com uma compreensão do histórico do paciente. Trata-se de um processo que consome muito tempo e recurso, o que pode prolongar a espera por um diagnóstico exato e por um plano de tratamento preciso.

Nenhum medicamento pode curar a osteoartrite. Por isso, o tratamento se concentra no alívio dos sintomas e na restauração da funcionalidade. Isso significa que quanto mais rápido e preciso for o diagnóstico inicial, melhor será o controle da osteoartrite.

Usando algoritmos de deep learning e visão computacional, a ImageBiopsy Lab está permitindo que os médicos tenham uma compreensão tridimensional precisa das imagens bidimensionais. Com GPUs NVIDIA, a empresa treinou algoritmos em mais de 150 mil radiografias para que os médicos possam receber medições precisas das áreas em torno dos ossos nos joelhos. Os resultados podem indicar a gravidade da osteoartrite do paciente sem a necessidade de qualquer processamento adicional.

Especialista em ortopedia e cirurgia ortopédica, Dr. Michael Riedl demonstra a solução IB Lab BMAx da ImageBiopsy Lab.

Em vez de ter de carregar os raios X do servidor e, então, avaliar manualmente as imagens, os médicos recebem uma análise automática das radiografias, realizada em tempo real, indicando a força do osso. Com esses processos automatizados, os médicos podem economizar até 80% do seu tempo em comparação com a classificação manual da imagem, o que permite que eles se concentrem mais no diagnóstico e no desenvolvimento de planos de tratamento. Por meio da automatização das etapas inicias, os médicos agora podem fazer um diagnóstico completo de quatro pacientes no tempo que hoje levam para diagnosticar um.

Além disso, com parâmetros avaliados de modo objetivo à disposição, os médicos podem iniciar caminhos de tratamento mais claramente definidos, o que pode retardar a progressão da doença.

“O poder das GPUs NVIDIA nos permitiu acelerar o treinamento das nossas redes e lançar nosso produto muito mais rapidamente”, afirma Richard Ljuhar, CEO e cofundador da ImageBiopsy Lab.

Inception

A ImageBiopsy Lab é uma das mais de 2.200 startups em nosso programa Inception. O programa acelerador virtual oferece às startups acesso a tecnologia, conhecimento e apoio de marketing.